Abril de 1888

Abril de 1888

4 de abril
Ouvi que o barăo caiu doente, e que o irmăo conseguiu trazę-lo para casa. Eis aqui como. Năo lhe pediu logo que viesse; achou meio de lhe dizer que Fidélia estava em casa da amiga, donde năo viria tăo cedo, e acabou propondo-lhe tratar-se em casa dele. Santa-Pia recusou, depois aceitou. Tudo isso foi planeado com ela. Fidélia está efetivamente no Flamengo com a gente Aguiar. Deste modo a casa do Campos ficou livre ao pai irritado e enfermo. A opiniăo do Campos e do Aguiar é que o fazendeiro, mais tarde ou mais cedo, acabará perdoando a filha. Em todo caso, năo se encontram agora, com pesar dela.
Ora, pergunto eu, valia a pena ter brigado com o pai, em troca de um marido que mal começou a liçăo do amor, logo se aposentou na morte? Certo que năo. Se eu propusesse concluir-lhe o curso, o pai faria as pazes com ela; ai! era preciso năo haver esquecido o que aprendi, mas esqueci, — tudo ou quase tudo. I can not, etc. (Shelley).
7 de abril
A distraçăo faz das suas. Hoje, vindo da cidade para casa, passei por esta, e dei comigo no Largo do Machado, quando o bonde parou. Apeei-me, e antes de arrepiar caminho, a pé, detive-me alguns instantes, e enfiei pelo jardim, em direçăo ŕ Matriz da Glória, a olhar para a fachada do templo com a torre por cima. Fiz isto porque me lembrou a conversaçăo da outra noite no Flamengo.
A poucos passos, duas senhoras pareciam fazer a mesma coisa. Voltaram-se, eram nada menos que Fidélia e D Carmo; estavam sem chapéu, tinham vindo a pé de casa. Viram-me, fui ter com elas. Pouco dissemos: notícias do barăo, que está melhor, e do Aguiar, que está bom, e despedimo-nos.
Vim para o lado do Catete, elas continuaram para o da matriz. A pequena distância, lembrou-me olhar para trás. Poderia fazer outra coisa? É aqui que eu quisera possuir tudo o que a filosofia tem dito e redito do livre-arbítrio, a fim de o negar ainda uma vez, antes de cair onde ele perde a mesma aparęncia de realidade; acabaria esta página por outra maneira. Mas năo posso; digo só que năo pude reter a cabeça nem os olhos, e vi as duas damas, com os braços cingidos ŕ cintura uma da outra, vagarosas e visivelmente queridas.
8 de abril
Papel, amigo papel, năo recolhas tudo o que escrever esta pena vadia. Querendo servir-me, acabarás desservindo-me, porque se acontecer que eu me vá desta vida, sem tempo de te reduzir a cinzas, os que me lerem depois da missa de sétimo dia, ou antes, ou ainda antes do enterro, podem cuidar que te confio cuidados de amor.
Năo, papel. Quando sentires que insisto nessa nota, esquiva-te da minha mesa, e foge. A janela aberta te mostrará um pouco de telhado, entre a rua e o céu, e ali ou acolá acharás descanso. Comigo, o mais que podes achar é esquecimento, que é muito, mas năo é tudo; primeiro que ele chegue, virá a troça dos malévolos ou simplesmente vadios.
Escuta, papel. O que naquela dama Fidélia me atrai é principalmente certa feiçăo de espírito, algo parecida com o sorriso fugitivo, que já lhe vi algumas vezes. Quero estudá-la se tiver ocasiăo. Tempo sobra-me, mas tu sabes que é ainda pouco para mim mesmo, para o meu criado José, e para ti, se tenho vagar e quę, — e pouco mais.
10 de abril
Grande novidade! O motivo da vinda do barăo é consultar o desembargador sobre a alforria coletiva e imediata dos escravos de Santa-Pia. Acabo de sabę-lo, e mais isto, que a principal razăo da consulta é apenas a redaçăo do ato. Năo parecendo ao irmăo que este seja acertado, perguntou-lhe o que é que o impelia a isso, uma vez que condenava a idéia atribuída ao governo de decretar a aboliçăo, e obteve esta resposta, năo sei se sutil, se profunda, se ambas as coisas ou nada:
— Quero deixar provado que julgo o ato do governo uma espoliaçăo, por intervir no exercício de um direito que só pertence ao proprietário, e do qual uso com perda minha, porque assim o quero e posso.
Será a certeza da aboliçăo que impele Santa-Pia a praticar esse ato, anterior de algumas semanas ou meses ao outro? A alguém que lhe fez tal pergunta respondeu Campos que năo. "Năo, disse ele, meu irmăo crę na tentativa do governo, mas năo no resultado, a năo ser o desmantelo que vai lançar ŕs fazendas. O ato que ele resolveu fazer exprime apenas a sinceridade das suas convicçőes e o seu gęnio violento. Ele é capaz de propor a todos os senhores a alforria dos escravos já, e no dia seguinte propor a queda do governo que tentar fazę-lo por lei”.
Campos teve uma idéia. Lembrou ao irmăo que, com a alforria imediata, ele prejudica a filha, herdeira sua. Santa-Pia franziu o sobrolho. Năo era a idéia de negar o direito eventual da filha aos escravos; podia ser o desgosto de ver que, ainda em tal situaçăo, e com todo o poder que tinha de dispor dos seus bens, vinha Fidélia perturbar-lhe a açăo. Depois de alguns instantes respirou largo, e respondeu que, antes de morto, o que era seu era somente seu. Năo podendo dissuadi-lo o desembargador cedeu ao pedido do irmăo, e redigiram ambos a carta de alforria.
Retendo o papel, Santa-Pia disse:
— Estou certo que poucos deles deixarăo a fazenda; a maior parte ficará comigo, ganhando o salário que lhes vou marcar, e alguns até sem nada, — pelo gosto de morrer onde nasceram.
11 de abril
Fidélia, quando soube do ato do pai, teve vontade de ir ter com ele, năo para invectivá-lo, mas para abraçá-lo; năo lhe importam perdas faturas. O tio é que a dissuadiu dizendo-lhe que o barăo ainda está muito zangado com ela.
12 de abril
Santa-Pia năo é feio velho, nem muito velho; terá menos idade que eu. Arqueja um pouco, ŕs vezes, mas pode ser da bronquite. É meio calvo, largo de espáduas, as măos ásperas, cheio de corpo.
Conhecemo-nos um ao outro, eu primeiro que ele, talvez porque a Europa me haja mudado mais. Ele lembra-se do tempo em que eu, colega do irmăo, jantei com ele aqui na Corte. Já o irmăo lhe havia falado de mim, recordando as relaçőes antigas. Disse-me que daqui a tręs dias volta para a fazenda, onde me dará hospedagem, se quiser honrá-lo com a minha pessoa. Agradeci e prometi, sem prazo nem idéia de lá ir. Custa muito sair do Catete. Já é demais Petrópolis.
Está claro que lhe năo falei da filha, mas confesso que se pudesse diria mal dela, com o fim secreto de acender mais o ódio — e tornar impossível a reconciliaçăo. Deste modo ela năo iria daqui para a fazenda, e eu năo perderia o meu objeto de estudo. Isto, sim, papel amigo, isto podes aceitar, porque é a verdade íntima e pura e ninguém nos lę. Se alguém lesse achar-me-ia mau, e năo se perde nada em parecer mau; ganha-se quase tanto como em sę-lo.
13 de abril
Ontem com o pai, hoje com a filha. Com esta tive vontade de dizer mal do pai, tanto foi o bem que ela disse dele, a propósito da alforria dos escravos. Vontade sem açăo, veleidade pura; antes me vi obrigado a louvá-lo também, o que lhe deu azo a estender o panegírico. Disse-me que ele é bom senhor, eles bons escravos, contou-me anedotas de seu tempo de menina e moça, com tal desinteresse e calor que me deu vontade de lhe pegar na măo, e, em sinal de aplauso, beijar-lha. Vontade sem açăo. Tudo sem açăo esta tarde.
19 de abril
Lá se foi o barăo com a alforria dos escravos na mala. Talvez tenha ouvido alguma coisa da resoluçăo do governo; dizem que, abertas as câmaras, aparecerá um projeto de lei. Venha, que é tempo. Ainda me lembra do que lia lá fora, a nosso respeito, por ocasiăo da famosa proclamaçăo de Lincoln: "Eu, Abraăo Lincoln, Presidente dos Estados Unidos da América...” Mais de um jornal fez alusăo nominal ao Brasil, dizendo que restava agora que um povo cristăo e último imitasse aquele e acabasse também com os seus escravos. Espero que hoje nos louvem. Ainda que tardiamente, é a liberdade, como queriam a sua os conjurados de Tiradentes.